Gastronomia

 

Marca Mação

 

marca

 

Lançada no ano de 2008, a “Marca Mação” nasceu a partir da forte vontade e persistência da Câmara Municipal de Mação em preservar e valorizar as riquezas do seu Concelho, bem como dos produtores que, em boa hora, assumiram a dimensão e importância do associativismo para atingir patamares mais elevados de qualidade, desenvolvimento e geração de riqueza.

A Marca Mação é, assim, a Marca do Concelho de Mação, daquilo que temos de melhor e que fazemos com excelência atestando a elevada qualidade e especificidade dos seus produtos.

Garante ao consumidor o privilégio de degustar a própria natureza através da excelência dos genuínos produtos de Mação e constituindo-se como um verdadeiro veículo de promoção das empresas, produtos e do próprio Concelho. Degustar o presunto e enchidos vários, os azeites e azeitonas, o mel, o queijo de cabra, para além do elevado prazer e contínua descoberta gastronómica, determina uma comunhão com a natureza e com a capacidade de adaptação e evolução de um povo admirável e invulgar.

A “Marca Mação” aparece representada com 3 cores associadas a 3 tipos de produtos, os primeiros que estão a ser certificados.

A Marca Mação apresenta o amarelo-torrado do mel, o verde do azeite e o vermelho das carnes.

 

Os 3 grupos de produtos da Marca Mação:

 

O Vermelho das Carnes

Neste momento, são já três as empresas de carnes concelhias que produzem presuntos “Marca Mação”. Estes presuntos distinguem-se pelo sabor (extremamente intenso e agradável, bem como de enorme suculência), pelo seu diminuto teor em sal e ausência completa de fumo.

Ao nível do aspecto exterior apresentam-se envoltos em rede hexagonal de cor preta com um cordão de cor preta, gravata identificativa e gargantilha de cor vermelha abaixo do curvilhão. A extremidade distal estará protegida com folha de alumínio de cor preta.

O processo de certificação do primeiro lote de presuntos iniciou-se em Novembro de 2009, sendo que cada perna é avaliada individualmente e, após aprovação por uma empresa certificadora, marcada "a fogo" a uma temperatura superior a 500ºC, através de equipamento apropriado adquirido especificamente para o efeito.

Esta marcação inclui uma numeração onde se insere a data de início do processamento, realçando o logótipo alusivo à Marca Mação. Todas as fases do processamento, que se inicia na calibração e salga, são minuciosamente controladas visando a estrita e rigorosa conformidade com o Caderno de Especificações, devendo este processo ser superior a nove meses.

 

O Amarelo do Mel

A apicultura é uma das mais ancestrais e vitais actividades do sector primário do nosso Concelho, imortalizada no brasão heráldico concelhio.

O mel de Mação apresenta-se em três categorias: mel de urze ou queiró, mel de rosmaninho e mel multifloral. Com evidentes diferenças na textura, cor e flavor, o mel de Mação reúne, porém, a qualidade intrínseca da natureza ainda incólume no requinte do seu paladar.

Uma actividade em recuperação no Concelho de Mação que deve orgulhar a todos!

 

O Verde da Oliveira

A olivicultura constitui ainda a principal cultura agrícola de Mação, assumindo um papel de enorme relevância no sector primário do nosso Concelho.

A tradicional azeitona galega é a responsável por um dos mais específicos, finos e aromáticos azeites que pode encontrar no nosso País.

É esta a nossa Marca, é esta a nossa Cultura, é esta a nossa Identidade!